domingo, 3 de junho de 2018

E de novo surge o dia

As luzes se apagam nos postes.
O sol ainda não nasceu, mas já surgem barulhos aqui e acolá.
A cidade que não dorme, desperta para mais um dia! 
Não é um dia comum, pois é feriado nacional!
Já ouvem-se vozes que gritam nas ruas, ecoam nos prédios.
Há aroma de café em bares e apartamentos.
Caminhões e camionetes com suas cargas e descargas demonstram que, mesmo sem o sol surgir no horizonte, a cidade de São Paulo já acordou, ou melhor, nem adormeceu!
Apesar do feriado, a megalópole paulista pulsa em ares de trabalho para muitos.
São apenas 6h20 da matina. 
Imaginem como será o dia.... 

Regina Maria da Luz Vieira (RegiluzVieira)

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Mundo virtual e Tecnológico

"Idosa de 82 anos cria aplicativo de sucesso e vira referência no mundo da tecnologia"

A notícia contida na manchete acima alegra a  alma e a vida.Este é de fato um feito que vale a pena ser divulgado e por diversos motivos: 
1 - Mostra que é uma inverdade considerar o idoso  incapaz de entender ou vivenciar coisas novas, sobretudo o mundo virtual e tecnológico. 
2- A pessoa idosa não só consegue (quando também quer) viver no mundo tecnológico, mas usufruir dele de forma criativa e empreendedora.
3- É uma grande lição para jovens e adultos que se recusam a vivenciar o século XXI com todas as mudanças que estão sendo apresentadas.
4- Idoso ou adulto, criança ou jovem, este feito deixa claro que incapaz é só quem não se dispõe a estar de fato no mundo real e virtual, aproveitando aquilo que de melhor existe e está disponível para quem quiser desfrutar ou aprender a desenvolver e executar.
https://www.magicwebdesign.com.br/blog/tecnologia/cibridismo-vivendo-no-real-ou-no-virtual/
Diante da senhora Masalo Wakamiya, que aprendeu a programar em 2017, e já agora construiu um aplicativo para jogos virtuais, de fato, só nos resta tirar o chapéu. Afinal é para lavar a alma e mostrar que enquanto se vive tudo é possível. 
Se desejar conhecer melhor clique no linque abaixo. 
https://epocanegocios.globo.com/Mundo/noticia/2018/05/idosa-de-82-anos-cria-aplicativo-de-sucesso-e-vira-referencia-no-mundo-da-tecnologia.html?utm_source=linkedin&utm_medium=social&utm_campaign=post  

Regina Maria da Luz Vieira (RegiluzVieira)


quarta-feira, 9 de maio de 2018

Dia Mundial dos Meios de Comunicação

O Dia Mundial das Comunicações Sociais 2018 será celebrado no próximo domingo, dia 13 de maio, quando se festeja também Nossa Senhora de Fátima, padroeira de Portugal, e  cuja comunicação por meio de suas aparições, chegou de fato aos vários cantos do mundo.
Fonte: https://w2.vatican.va/content/francesco/pt.html
O dia Mundial das Comunicações é uma data móvel, sendo comemorada anualmente no domingo antes da Festa de Pentecostes. Esta data foi instituída no Concílio Vaticano II, pelo decreto Inter Mirífica, sendo a única celebração mundial estabelecida pelo referido Concílio. Tem como objetivo evidenciar o vasto e complexo fenômeno dos meios de Comunicação Social no século XX. Quem primeiro celebrou esta data foi o Papa Paulo VI, em 7 de maio de 1967.

A partir disso, a data é festejada, em muitos países, no domingo que antecede a Festa de Pentecostes (que para os cristãos católicos é a vinda do Espírito Santo de modo manifesto, conforme descrito na Bíblia, no livro dos Atos dos Apóstolos).

Nesta ocasião, o Vaticano publica a mensagem papal escrita e lida pelo Sumo Pontífice, no dia 24 de janeiro, quando se festeja São Francisco de Sales, padroeiro dos jornalistas.

Para este ano a mensagem do Papa Francisco é 'A verdade vos tornará livres" (Jo 8, 32)  e traça um paralelo sobre as fake news (notícias falsas) e o jornalismo de paz. O Papa destaca que trata-se de desinformação e nenhum de nós pode se eximir da responsabilidade de buscar a informação real, embora isto seja difícil, antes de disseminá-la nos Meios de Comunicação Social, e principalmente, via internet.

Em seu discurso o Pontífice destaca que "o antídoto mais radical ao vírus da falsidade é deixar-se purificar pela verdade". Ele afirma que a verdade não é só a relação entre falso e verdadeiro, mas implica em apoio, solidez e confiança, conforme "sugere  a raiz ‘aman (daqui provém o próprio Amen litúrgico). A verdade é aquilo sobre o qual nos podemos apoiar para não cair (...) Sendo assim, o homem descobre sempre mais a verdade, quando a experimenta em si mesmo como fidelidade e fiabilidade de quem o ama".

Deste modo,o Papa Francisco ressalta que a melhor maneira de combater as fake news é desenvolver um Jornalismo em que a paz seja a verdadeira notícia e isto implica em dar voz àqueles que sofrem injustiças em função de hostilidades e conflitos nas várias partes do mundo.

Regina Maria da Luz Vieira (RegiLuzVieira)